Skip to content

Reflorestação em Cantanhede

Os trabalhos iniciaram em novembro de 2022 e atualmente decorrem no terreno, desmatação, abertura de regos e plantação de pinheiro-bravo, perspetivando-se que a arborização total (1.500 hectares) fique concluída muito em breve.

Mais de 1,5 milhão de árvores foram já plantadas pela Mota-Engil ATIV no projeto de reflorestação do baldio da freguesia da Tocha – Perímetro Florestal das Dunas de Cantanhede, que foi afetado pelo incêndio de outubro de 2017.

Os trabalhos iniciaram em novembro de 2022 e atualmente decorrem no terreno, os trabalhos de desmatação, abertura de regos e plantação de pinheiro-bravo, perspetivando-se que a arborização total (1.500 hectares) fique concluída muito em breve.

“A tarefa é morosa. Cada trabalhador planta um hectare por dia. Em sulcos previamente abertos, fazem furos, colocam adubo e um pinheiro-bravo. As plantas têm seis a sete meses o que aumenta a possibilidade de vingarem”, explicou Pedro Augusto, diretor de divisão de Floresta da Mota-Engil ATIV.

Além das operações de controlo da vegetação espontânea (acácias e outras), o projeto tem vindo a ser executado com a mobilização do solo para a plantação de pinheiro-bravo, pinheiro-manso, choupo-negro, borrazeira-preta e salgueiro-branco.

A nossa floresta é fundamental na mitigação das alterações climáticas. E é com esta realidade em mente e de modo a fazer renascer as áreas ardidas e prevenir que mais desastres semelhantes aconteçam, que a Mota-Engil ATIV disponibiliza serviços de desmatação e reflorestação, adaptados às necessidades de cada Cliente.

Mais um desafio para a área de paisagismo da Mota-Engil ATIV que se tem vindo a especializar na operação de prevenção e recuperação de áreas ardidas utilizando tecnologia de ponta ao serviço da floresta.