Skip to content

Entre Nós – Cátia Santos

Cátia Santos

Área: Gestão de Conhecimento
Função: Técnica Superior de Higiene e Segurança no Trabalho
Data de Admissão: 19/10/2009

Como surgiu a oportunidade para integrar a Manvia/Vibeiras, agora Mota-Engil ATIV?

Entrei em 2009 e na altura existiam 2 técnicos de segurança na zona de Lisboa/Alentejo/Algarve e não havia ninguém na zona norte. Houve um grande aumento de empreitadas e manutenção vegetal nas Concessões da Brisa e Ascendi na zona Norte do país, para além de outras manutenções ao nível de jardins e campos de futebol. A minha entrada deveu-se a essa escassez de técnicos nesta zona do país e para colmatar essa falha.

Descreva o seu percurso

Tenho sempre realizado o trabalho de técnico superior de segurança, no início mais ligada à manutenção Vegetal em auto-estradas, jardins e empreitadas, função que ainda exerço, este ano mais ligada às manutenções do IP – Infraestruturas de Portugal e agora mais recentemente à REN.

Explique no que consiste a sua função, de um modo geral?

O trabalho do técnico de segurança é formar/informar todos os colaboradores, dos riscos que existem e de como os devem prevenir, implementando medidas de segurança quer coletivas quer individuais de forma a minimizar esse risco e evitar acidentes.
É implementar as boas práticas de segurança e ambiente preconizadas pela empresa e transmitir esses conhecimentos aos colaboradores.

É analisar cada acidente de trabalho, percebendo qual a causa e trabalhar nessa causa, por exemplo implementando outras medidas de segurança se necessário.

É fazer o acompanhamento de obras/manutenções, visitar as equipas, verificar se as medidas estão a ser ou não implementadas e alertar através de diálogo e relatórios das anomalias observadas.

É incutir principalmente nos trabalhadores a mensagem de que a segurança existe e é para ser cumprida, para bem deles e das suas famílias, tentar fazer abrir e mudar algumas mentalidades.

Dentro da empresa quais são os seus objetivos a nível profissional?

O meu objetivo é sempre fazer bem e melhor, crescer e aprender sempre como profissional nesta área e em várias áreas da segurança e ambiente. Ao longo dos anos tenho trabalhado com excelentes profissionais e que gostaria que assim se mantivesse e todos os desafios que nos aparecem servem para isso mesmo, para nos fazer crescer.

Qual considera o maior desafio dentro da empresa até hoje?

Tudo é um desafio, todos os dias, todas as batalhas já ganhas e conquistadas, mas sempre que se sai da nossa zona de conforto, é sempre um desafio. No ano passado e este ano tive a oportunidade de sair um pouco da minha zona de conforto que já conhecia, quando entrei para as manutenções do IP, um desafio que adorei. Agora entrei na REN e os desafios vão continuar, penso que me estou a adaptar bem e que estarei à altura de mais outro desafio.

Como define a Organização?

É uma organização, em mudança e crescimento, com vista num futuro mais sustentável e eficiente em várias áreas de negócio de modo a abranger o maior leque de clientes utilizando novas tecnologias, envolvendo e valorizando também os colaboradores.

Quais são os seus interesses e que hobbies pratica?

Não tenho grande tempo para hobbies mas gosto muito de passear com a família e ver um bom filme.

Quais os seus objetivos a nível pessoal?

Que todos os que me rodeiam estejam bem, dar tudo os que as minhas filhas precisam, uma vida estável para crescer saudavelmente e que tenham um futuro feliz.